Tradução

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

A INTEGRAÇÃO POSSÍVEL ENTRE PSIQUIATRIA, PSICOLOGIA E ESPIRITUALIDADE - Uma Proposta Inicial

A INTEGRAÇÃO POSSÍVEL ENTRE PSIQUIATRIA, PSICOLOGIA E TRANSCENDÊNCIA (Uma proposta inicial)

Hoje é dia do Psicólogo, data em que foi assinada a Lei 4.119[1], de 27 de agosto de 1962, que instituiu a profissão de Psicólogo, com formação generalista e tríplice (professor, pesquisador e psicólogo), podendo atuar em todos os campos, desde que devidamente registrado no Conselho Regional desta categoria profissional.

Em 14/09/2007, através da Resolução 013/2007[2], foi instituído o título de Especialista em Psicologia, concedendo a titulação e todos os Psicólogos que já exerciam alguma especialidade há mais de cinco anos, instituindo prova de acesso aos novos especialistas, através de provas anuais dos Conselhos, para atuação nas áreas abaixo descritas, conforme estabelecido na referida Resolução:

“Art. 3o - As especialidades a serem concedidas são as seguintes: I. Psicologia Escolar/Educacional; II. Psicologia Organizacional e do Trabalho; III. Psicologia de Trânsito; IV. Psicologia Jurídica; V. Psicologia do Esporte; VI. Psicologia Clínica; 3 VII. Psicologia Hospitalar; VIII. Psicopedagogia; IX. Psicomotricidade; X. Psicologia Social; XI. Neuropsicologia.”

 

Anteriormente, profissionais graduados em medicina, com formação também generalista, podiam exercer a Psiquiatria, até que através da Resolução 1974/2011[3], também foi instituída a exigência de título de especialista, ao Psiquiatra. Desta forma, atualmente apenas Médicos especializados em Psiquiatria e Psicólogos especializados em Clínica, ambos registrados em seus respectivos conselhos, podem, legalmente, atuar na área de saúde mental, em consultórios particulares ou instituições e fornecer laudos, atestados e pareceres técnicos.

A partir do aumento do interesse da sociedade pela área da Psicologia, surgiram muitos Cursos de Extensão e Pós-Graduação abertos a todas as categorias profissionais, que ocasionaram distorções, tanto no exercício da atividade, como em relação às informações e publicações oferecidas à população em geral.

Com o surgimento da Psicologia Transpessoal, a partir dos estudos desenvolvidos por Abraham Maslow e Stanislav Groff, em 1967, o campo de atuação da Psicologia expandiu-se também em direção aos fenômenos espirituais, como foi tão bem explanado por Vicente Galvão Parisi[4], em artigo científico publicado na Revista de Psicologia da PUC/SP.

No Brasil, a Psicologia Transpessoal foi introduzida por Pierre Weil[5], a partir dos estudos e pesquisas por ele desenvolvidos na Universidade Federal de Minas Gerais[6], logo atraindo grande interesse por parte dos profissionais de várias áreas, também estudiosos dos fenômenos psicológicos.

A partir desse período, muitos textos e livros foram produzidos por Jean-Yves Leloup[7], Vera Saldanha[8], Presidente da ALUBRAT[9] – Associação Luso Brasileira de Psicologia Transpessoal e Roberto Crema[10], Atual Reitor da UNIPAZ[11] – Universidade Internacional da Paz, que também agrega o CIT[12] – Colégio Internacional de Terapeutas, proposta de atuação terapêutica inspirada nos Terapeutas de Alexandria, do primeiro século da era Cristã.

Diante desse novo contexto de ampliação do interesse dos profissionais da área de saúde mental, em torno dos estudos e pesquisas sobre o fenômeno religioso, o Conselho Federal de Psicologia emitiu Nota Pública[13] do CFP de esclarecimento à sociedade e aos profissionais da área, sobre Psicologia e religiosidade no exercício profissional, ressaltando a necessidade de acolhimento a todas as tradições professadas pelos clientes em atendimento.

Diante da necessidade de aprofundamento de todas essas questões para a definição de futuros procedimentos, propomos o diálogo entre os Conselhos de Medicina e Psicologia e as instituições de ensino pioneiras no campo do estudo e das pesquisas na área de Psicologia Transpessoal, para possíveis integrações, quais sejam:

1.      Integração entre a formação em Psiquiatria (que privilegia o diagnóstico   e a medicação) e Psicologia (que privilegia as teorias e técnicas de intervenção terapêutica), para a formação de um único profissional de saúde mental, possivelmente através de uma prova de validação dos profissionais, pelo Conselho de Psicologia, com vista ao recebimento do registro no CRP;

2.      Revisão do impedimento de medicar, aos Psicólogos que estudaram psicofarmacologia e autorização do uso de florais ;

3.      Revisão dos impedimentos de uso de acupuntura, conforme Resolução CFP nº 005/2002, sem reservas de mercado, considerando-se que a Acupuntura está fundamentada na existência de um corpo energético não estudado pela Medicina, conforme recurso do CFP, divulgado em Nota Oficial[14];

4.      Atualização do Plano Pedagógico dos Cursos de Graduação em Psicologia, na maioria das Universidades Brasileiras, para inclusão de abordagens mais condizentes com a atual demanda da população, tais como a Psiconeurolinguística, Bioenergética, Gestalt-Terapia e Psicologia Transpessoal, Física Quântica e Tradições Sapientais da Humanidade;

5.      Inclusão das Terapias Regressivas como disciplinas eletivas dos Cursos de Graduação em Psicologia;

6.      Maior fiscalização sobre o exercício ilegal da Psicologia, por profissionais de outras áreas, sem o respectivo registro no Conselho da Categoria.

 

Por tudo o que foi aqui exposto, que nós, Psiquiatras e Psicólogos, possamos nos reunir em círculo, ao redor das importantes questões que emergem neste momento, no campo da saúde mental, integrando teorias, práticas e o conhecimento das Tradições Sapientais da Humanidade, para a compreensão do Ser Humano Integral, com postura transdisciplinar e transreligiosa.

 

                     Sueli Meirelles – Especialista em Psicologia Clínica CRP 05/11601,

                                em Nova Friburgo,  27 de Agosto de 2020.



[3] Link para a Lei que institui a Especialização no campo da Medicina: https://www.google.com/search?q=resolu%C3%A7%C3%A3o+1974+de+2011&oq=resolu%C3%A7%C3%A3o+1974&aqs=chrome.2.69i57j0l4.10155j1j4&client=ms-android-motorola-rev2&sourceid=chrome-mobile&ie=UTF-8

[5][5] Pierre Weil: https://unipaz.org.br/pierre-weil/

[8][8] Site Vera Saldanha: https://verasaldanha.com/

[10][10] Site Roberto Crema: https://robertocrema.com.br/


quarta-feira, 19 de agosto de 2020

CLASSIFICAÇÃO ESPIRITUAL DOS PROCESSO JURÍDICOS

 

Caminhar no tênue limiar da síntese entre Psicologia e Espiritualidade, exige-nos abertura conceitual e inclusiva, considerando que cada pessoa percebe a realidade a partir de um filtro emocional constituído por suas experiências de vida, conforme tão bem postulado por Pierre Weil. Introdutor da Psicologia Transpessoal, no Brasil.

Em recente aplicação da Técnica “A Gruta do Coração! [1], emergiu uma interessante classificação dos processos jurídicos, correlacionando-os aos estados de consciência predominantes em cada pessoa e aos correspondentes conflitos emocionais, a saber:

 

CHAKRA

CONFLITO

DESCRIÇÃO

SOLUÇÃO

DESCRIÇÃO

BÁSICO

 

TER X

NÃO TER

É o nível dos conflitos relacionados ao desejo material, necessidade de segurança, subsistência,  posse de bens materiais e disputa de espaço , decorrentes da aglomeração  populacional nas cidades.

 

AMARELO

 

Cor que simboliza a autoconfiança capaz de restabelecer a segurança emocional necessária à solução dos conflitos neste nível mais primário.

SEXUAL

PRAZER X DESPRAZER

Atualmente o nível mais negativo, alimentado por energias mal qualificadas, resultantes do grande número de conflitos relacionados a estupro, pedofilia e toda sorte de abusos gerados pelo desrespeito à integridade do corpo de outra pessoa.

 

 

VERDE

Cor que simboliza a verdade, justiça e conhecimento, harmonia e equilibro, nos níveis físico, emocional, mental e espiritual.

ESPLÊNICO

MANDAR X

OBEDECER

É o nível das disputas pelo poder exercido pelas lideranças, em diferentes segmentos da sociedade.

 

BRANCO

 

Cor que simboliza a paz e a serenidade necessárias à resolução de conflitos de poder.

CARDÍACO

APEGO X

DESAPEGO

É o nível dos conflitos pessoais e familiares, relacionados a processos de separação conjugal, guarda de filhos, assistência a idosos, inventários, pensões alimentícias...

 

ROSA

Cor que simboliza o amor incondicional capaz de se sobrepor e anular todas as mágoas, ressentimentos e sentimentos negativos, decorrentes dos conflitos familiares.

LARÍNGEO

CERTO X

ERRADO

É o nível dos conflitos relacionados aos próprios conceitos de justiça, segundo o entendimento de cada parte da contenda e também dos profissionais da área de justiça.

 

 

 

VIOLETA

Simboliza o perdão, compaixão e misericórdia necessários para deixar ficar no passado as mágoas e ressentimentos, a partir da compreensão do sentido espiritual da vida.

FRONTAL

VAIDADE X

SIMPLICIDADE

É o nível dos conflitos relacionados à vaidade daqueles que supõem saberem mais do que os outros, buscando sobre estes sobrepor suas vontades, muitas vezes movidos por necessidade de reconhecimento pessoal.

 

 

AMARELO

Cor que simboliza a autoconfiança necessária aos relacionamentos saudáveis, em condições de igualdade e respeito mútuo.

CORONÁRIO

ORGULHO X

HUMILDADE

 

É o nível dos conflitos relacionados ao orgulho quando, mesmo sabendo que não tem direitos sobre algo ou alguém, a pessoa se coloca acima da lei, para sobrepor a sua própria vontade e arrogar tudo para si mesma.

 

 

AZUL CLARO

Cor que simboliza a autenticidade necessária para reconhecer que, diante do Divino, não é maior nem menor do que os outros; é apenas um ser em permanente processo evolutivo, na escola da vida.

 

OBS: Embora esta técnica já tenha sido aplicada centenas de vezes, com o objetivo de promover a elevação de consciência e conexão com o Self, em cada paciente, esta foi uma primeira aplicação com foco em processos jurídicos. Desse modo, as cores de solução simbolizam o Atributo Divino orientado para o profissional mediador de conflitos, para que este possa solucioná-los com equanimidade. Para todos nós, fica a proposta de reflexão...

 Deixe seu like, compatilhe e ajude a formar a Massa Crística da Nova Consciência planetária.

Whatsapp: 55 22 99955-7166
Site: www.suelimeirelles.com

                                                   Sueli Meirelles, em Nova Friburgo,  12 de Agosto de 2020.



[1] Técnica de elevação da mente até a conexão com o Self ou Eu Superior (oitavo estado de consciência), para visualização dos conflitos existentes em cada nível de consciência, do chakra básico, até o coronário.



domingo, 16 de agosto de 2020

MÉTODO MEIRELLES DE REPROGRAMAÇÃO MENTAL - Curso Totalmente Online em parceria com a ALUBRAT

 

PROGRAMA DO CURSO ONLINE -  MÉTODO MEIRELLES DE REPROGRAMAÇÃO MENTAL

GDT - Grupo Didático Terapêutico

APRESENTAÇÃO: 

Completando 34 anos de atividade profissional em 16/08/20, com um Banco de Dados de cerca de 3.000 casos clínicos, Sueli Meirelles selecionou as técnicas mais produtivas da Abordagem Transdisciplinar em Psicoterapia (Movimento de Síntese entre a Psiconeurolinguística, Bioenergética, Gestalt-Terapia, Psicologia Transpessoal, Física Quântica e Tradições Sapientais da Humanidade), criando um método próprio e bem sucedido: MÉTODO MEIRELLES DE REPROGRAMAÇÃO MENTAL.

Estas técnicas estão agora disponíveis para você, Profissional das Áreas da Saúde e Educação (Médicos, Psicólogos, Fonoaudiólogos, Psicopedagogos, Assistentes Sociais...), interessados em aprimorar seus conhecimentos técnicos, através do Curso MÉTODO MEIRELLES DE REPROGRAMAÇÃO MENTAL, em 12 encontros mensais, reunindo participantes interessados nesta proposta, onde você terá a oportunidade  imperdível de vivenciar as técnicas como cliente e aplicá-las em sua área de atuação, de forma dinâmica e produtiva, para que seu cliente ou aluno alcance  resultados afetivos e efetivos de plena transformação Interior.

OBJETIVOS:

1.    Contribuir com a ampliação do enquadre diagnóstico, para a visão integral do ser humano;

2.    Oferecer recursos técnicos de intervenção psicológica em situações emergenciais.

MODALIDADE DO CURSO: EAD

1.    O Curso será desenvolvido em Módulos mensais, com duração de 9 horas/aula, mensais, pela plataforma ZOOM, o que permitirá que você exercite atividades interativas com seus colegas de turma, durante todo o treinamento.

2.    Será fornecido certificado ao treinando que cursar os 12 (doze)  módulos teórico-vivenciais.

3.    O Curso será dividido em 4 momentos, em cada Módulo:

3.1.        Aplicação da Técnica de Reprogramação Mental em um dos participantes do grupo.

3.2.        Explanação Teórica da técnica aplicada;

3.3.        Treinamento entre os participantes, em dupla, com acompanhamento da Facilitadora.

3.4.        Supervisão aos atendimentos realizados pelos participantes do grupo.

 

4.    Após o agendamento do primeiro encontro, o treinando receberá o Contrato do Curso, para leitura prévia.

5.    O Curso prevê uma auto-avaliação de aproveitamento do treinando, no sexto módulo e uma auto-avaliação do treinando e avaliação do curso, ao final do programa básico de 12 módulos.

CRONOGRAMA E PROGRAMA:

 26/09/20 -  I Módulo -  Ética e Postura Profissional – Modelos Administrativos – A Entrevista Inicial em ATH.

 

 24/10/20 - II Módulo – Identificação da Dinâmica Psíquica (Técnica: O Animal).

21/11/20 -  III Módulo - Técnica de Reprogramação da Infância (Técnica: O Álbum).

19/12/20 -  IV Módulo - Técnica de Identificação de Bloqueios Psíquicos (Técnica: A Torre).

23/01/20 - V Módulo - Técnica de Esvaziamento de Cargas Emocionais (Técnica: As Nuvens).

20/02/21 - VI Módulo - Técnica de Despedida de Entes Queridos (Técnica: O Jardim).

20/03/21 - VII Módulo - Técnica de Equilibração das Funções Psíquicas (Técnica: Quatro Funções).

24/04/21 - VIII Módulo - Técnica de Integração de Partes Psíquicas (Técnica: PAAC).

22/05/21 -  IX Módulo - Técnica de Diálogo com o Sintoma (Sala de Exames).

19/06/21 - X Módulo - Técnica de Contato com o Eu Superior (Técnica: A Gruta do Coração)

24/07/21 - XI Módulo - Técnica de Avaliação para Alta (O Lago).

21/08/21 - XII Módulo - Apresentação de Trabalhos – Encerramento.

 

Prática: 1 hora/aula

Teoria: 1 hora/aula

Treinamento: 1 hora/aula

Supervisão: 1 hora/aula

 

Investimento total: R$3.900,00 (Entrevista Seletiva + 12 módulos mensais), com 10% de desconto, para pagamento a vista ou dividido em até 18 parcelas.

Agendamento de Entrevista: Whatsapp 55 22 99955-7166 – Instituto Vir a Ser

Email: suelimeirelles@gmail.com

Pré-Requisito para recebimento de Certificado emitido pelo Instituto Vir a Ser em parceria com a ALUBRAT – Associação Luso Brasileira de Psicologia Transpessoal: 100% de freqüência nos módulos teóricos. As faltas deverão ser compensadas em sessão individual, com custo adicional de uma consulta.

 

SUELI MEIRELLES – CRP 05/11601 - : Professora, Pesquisadora e Especialista em Psicologia Clínica, (Regressão de Memória, Hipnose Ericksoniana, Psiconeurolinguística, Bioenergética, Gestalt-Terapia e Psicologia Transpessoal. MBA em Gestão de Projetos (UNIPAZ-2005)  Fundadora e Coordenadora do INSTITUTO VIR A SER. Consultora em Desenvolvimento Humano, Saúde Integral, Ecologia Integral, Educação para a Paz e Implementação de Projetos. Membro da  ALUBRAT – Associação Luso Brasileira de Psicologia Transpessoal. Membro do CIT – Colégio Internacional de Terapeutas. Autora de artigos e livros sobre Desenvolvimento Humano. Palestrante em Congressos Nacionais e Internacionais.

Agendamento de Entrevista Seletiva: Whtasapp 55 22 99955-7166

Site: www.suelimeirelles.com

Email: suelimeirelles@gmail.com